• Consultório: 11 3641-2200 / 11 3641-9620 / 11 96912-6220
  • Polissonografia Domiciliar: 11 99487-1811

Especialidades da Clínica Profa. Dra. Sandra Doria Xavier

Otorrinolaringologia | Medicina do Sono | Polissonografia Domiciliar
A otorrinolaringologia é uma especialidade médica que trata do acometimento de diversas estruturas e órgãos presentes em nossa cabeça e pescoço. Dentre essas estruturas, podemos citar:

• Nariz e seios paranasais;
• Ouvido;
• Garganta;
• Amígdalas;
• Faringe;
• Laringe;
• Cordas vocais.

O comprometimento dessas áreas podem resultar em diversos sintomas. É fundamental que você consulte um médico otorrinolaringologista sempre que você sentir algum dos sintomas abaixo:

NARIZ
• Coriza ou nariz escorrendo com muita intensidade e frequência;
• Rinite e sinusite;
• Dificuldade para respirar pelo nariz ou nariz entupido;
• Dor de cabeça ou na face;
• Sangramento nasal;
• Obstrução nasal (por secreção ou corpo estranho);
• Pólipos nasais;
• Desvios de septo;
• Roncos e respiração oral.

OUVIDO
• Dor de ouvido;
• Secreção ou cera no ouvido;
• Zumbido;
• Dificuldade auditiva (surdez);
• Tonturas e desequilíbrios.

GARGANTA
• Dor de garganta;
• Infecções de faringe ou laringe;
• Rouquidão e pregas vocais ;
• Ronco e apneia do sono;
• Rouquidão e dificuldades na fala
• Amigdalites;
• Obstruções na garganta por aumento de amígdalas.

OUTROS
• Alterações na linguagem e distúrbios no processamento auditivo central
(dificuldades em entender ou memorizar o que se ouve);
• Distúrbios de deglutição
• Correção estética nas orelhas;
• Correção estética no nariz.
 
Apesar de comum, o ronco pode ser sinal de que algo grave está acontecendo com você! Os roncos noturnos e a apneia obstrutiva do sono podem comprometer muito mais do que o sono de quem está ao seu lado.

Estes barulhos podem indicar graves disfunções e trazer diversos danos à sua saúde:

• Cansaço e fadiga diurna;
• Estresse;
• Rouquidão;
• Arritmias;
• Cansaço
• Sonolência diurna;
• Doenças cardiovasculares
- Alterações na pressão
- Infarto do miocárdio
• Dificuldade na concentração e na memória;
• Morte súbita.
Fique sempre atento aos sintomas e procure um médico otorrinolaringologista para realizar uma avaliação. Você terá acesso aos mais recentes tratamentos para este problema tão comum, mas, ao mesmo tempo, de enorme risco à saúde.
 
A POLISSONOGRAFIA é o principal exame para o diagnóstico de certeza da SAOS (Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono). Pode ser feita em um laboratório do sono ou no próprio domicílio do paciente (CLIQUE AQUI para mais informações sobre a Polissonografia domiciliar). Este exame é capaz de mensurar vários parâmetros do sono do paciente (eletroencefalograma, eletro-oculograma, eletrocardiograma, sensores de fluxo aéreo, saturação de oxigênio, entre outros). Com esse exame, é possível determinar se há apenas ronco, se há apneia ou, ainda, se há outras alterações do sono, como movimentos anormais das pernas, arritmias, diminuição do tempo de sono, entre outros.

Existem, basicamente, dois tipos de polissonografia domiciliar: uma mais simplificada, chamada cardiorrespiratória (que analisa somente os parâmetros cardiológicos e de fluxo aéreo) e outras mais completa, chamada Polissonografia Tipo 2 (contemplando os mesmos parâmetros do exame realizado no laboratório, incluindo o eletroencefalograma).

É muito importante a realização de eletroencefalograma durante a polissonografia porque é a partir de sua análise que se determina se o paciente dormiu, o quanto dormiu e quais foram as fases do sono pelas quais ele passou.

A grande vantagem da polissonografia domiciliar reside no fato de que o paciente está no seu lugar habitual de dormir, com o seu travesseiro, colchão enfim, sua comodidade máxima..