• Consultório: 11 3641-2200 / 11 3641-9620 / 11 96912-6220
  • Polissonografia Domiciliar: 11 99487-1811

Dicas e Artigos

Saiba mais sobre diversos assuntos médicos e científicos...

Combate aos Vírus e Bactérias no Inverno

É comum observarmos que as crianças que frequentam escola, de um modo geral, adoecem mais do que aquelas que ainda não entraram na escolar ainda. Por que? Há realmente maior chance de transmissão de doenças pelo convívio e troca de objetos entre si na escola mas são imensuráveis os benefícios que dela surgem.

Quando há mudanças súbitas de temperatura ao longo de uma semana e, muitas vezes, ao longo de um mesmo dia, é hora de redobrarmos a atenção para alguns cuidados essenciais para a prevenção de doenças respiratórias comuns no inverno....

O que se fazer para minimizar a incidência de doenças principalmente no frio?

Enviar a criança para a escola com febre

NUNCA mande seu filho à escola quando sua temperatura corporal foi maior ou igual a 37,8 ºC nas últimas 24 horas, independentemente de ter ou não outros sintomas associados, uma vez que ele JÁ está transmitindo o seu vírus ou bactéria pelo ar, podendo ser foco de contaminação para outras crianças.

É muito comum receber o questionamento: “Mas ele está só um pouco quentinho, já mediquei, não está doente....”.

Não se engane! A febre pode preceder até em 2 a 3 dias a manifestação de um quadro viral ou bacteriano. Nesse período, é importante não expor a criança em ambiente com muitas outras pessoas pois seu organismo está precisando repor energias para combater o micro-organismo invasor e, assim, ficar bom mais rápido.

Um dia em casa pode significar melhora mais rápida da febre e restabelecimento mais precoce das atividades habituais.

 

Limpeza das mãos

É extremamente importante o cuidado com a limpeza das mãos, o que vem sendo exaustivamente divulgado na mídia depois da chegada da gripe H1N1.

Não é à toa! O simples fato de lavar as mãos sistematicamente antes de comer, antes de colocar as mãos na boca ou nos olhos diminui substancialmente o risco de contágio pois o vírus pode ficar na superfície de qualquer objeto.

 

Ambiente arejado

Mantenha os ambientes arejados, ventilados, para que haja circulação de ar.

 

Hidratação

Mantenha boa hidratação, boa alimentação para o seu sistema imunológico conseguir combater os vírus e bactérias que chegarem perto de você.

 

NUNCA SE AUTO-MEDIQUE

Não faça auto medicação! Não suponha que é só um resfriado, gripe, sinusite ou “virose”... É importantíssimo o contato com seu médico para o exame clínico, diagnóstico e tratamento correto.